Código: 154896

L-TIROSINA 300mg | Supressor de apetite, Ajuda na ansiedade e depressão, libera hormônios e mais.

de R$ 60,00

por R$ 45,00

6x sem juros ou 9x de R$ 5,78 pelo PagSeguro
Produto esgotado

Conheça os Benefícios:

 Estimula a liberação de hormônios do crescimento.
 Causa crescimento muscular.
 Reduz gordura corporal.
 Possui ação supressora do apetite.
 Melhora o humor.
 Aumenta quantidade de glóbulos brancos e vermelhos.

Composição:

L-Tirosina 300 mg.
Excipiente qsp 1 cápsula.

Modo de Usar: 
Tomar 1 cápsula 1 vezes ao dia, ou conforme orientação do profissional habilitado. 

Validade:
4 meses.

Sobre o Ativo:
L-Tirosina: É um aminoácido usado como suplemento dietético, usada em infusões de aminoácidos, dietas enterais e orais e em alimentos para a saúde como componente nutricional, usada também no tratamento da ansiedade distúrbios do sono depressão e na abstinência ao uso de drogas.

A l Tirosina é um aminoácido aromático e participa da síntese de epinefrina, dopamina, melanina, e nas funções da adrenal, tireoide e pituitária (1). A L-Tirosina é obtida pela extração de proteína vegetal ou hidrolisados de proteína animal. Metabolismo aminoácido não essencial glicogênico e cetogênico. A tirosina é formada a partir da fenilalanina pela ação da fenilalanina hidroxilase. Ela é convertida em ácido fumárico e finalmente em ácido acetoacético através de várias reações. Muitas doenças causadas por anormalidades no metabolismo da tirosina incluindo a tirosinemia, a tirosilúria e a alcaptonúria tem sido reportada. Nos melanossomas que se aderem à membrana de células de pigmento, a melanina é formada pela polimerização de intermediários metabólicos derivados do catabolismo da tirosina. Alem do mais, a tirosina é também uma precursora dos hormônios adrenomedulários incluindo a dopamina, a epinefrina e a norepinefrina e também precursora dos hormônios da tireoide incluindo a triiodotironina e a tiroxina.

Advertências e Dúvidas:
L-Tirosina não é indicado para mulheres grávidas, lactantes e crianças e mulheres em período de amamentação.
L-Tirosina - Literatura: Baixar 

Os resultados são comprovados pelo fornecedor do ativo, através de estudos, não garantimos os resultados descritos, pois pode variar de organismos para organismos e de diversos fatores que influenciam no tratamento, como atividade física, uso correto do ativo conforme posologia apresentada. 

01. Nunca compre medicamento sem orientação de um profissional habilitado.

02. Imagens meramente ilustrativas.

03. Pessoas com hipersensibilidade à substância não devem ingerir o produto.

04. Em caso de hipersensibilidade ao produto, recomenda- se descontinuar o uso e consultar o médico.

05. Não use o medicamento com o prazo de validade vencido.

06. Manter em temperatura ambiente (15 a 30ºC). Proteger da luz, do calor e da umidade. Nestas condições, o medicamento se manterá próprio para o consumo, respeitando o prazo de validade indicado na embalagem.

07. Todo medicamento deve ser mantido fora do alcance das crianças e animais domésticos.

08. Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação médica.

09. Embora não existam contra- indicações relativas a faixas etárias, recomendamos a utilização do produto para pacientes de idade adulta.

10. Siga corretamente o modo de usar. Não desaparecendo os sintomas, procure orientação médica.

11. O uso do medicamento durante o período de amamentação também não é recomendado.

12. Este medicamento não deve ser utilizado por menores de 18 anos sem orientação médica.

13. A eficácia e resultado do tratamento esta diretamente ligado ao uso correto da posologia e dose recomendada pelo médico ou profissional habilitado, deve-se levar em consideração as diferenças de cada indivíduo como velocidade do metabolismo, doenças crônicas e genética, não podendo ser considerado um produto que tenha efeitos iguais em todos os indivíduos.

14. "SE PERSISTIREM OS SINTOMAS, O MÉDICO DEVERÁ SER CONSULTADO".

Venda sob prescrição de profissional habilitado, podendo este ser o nosso farmacêutico de acordo com a Resolução 585/2013 do Conselho de Farmácia.